terça-feira

Decidido

Ave Maria, cheia de graça.
Para aqueles que nos têm ofendido Eu vou apresentar a tentação.
Em Nome de nossos Pais que estão ausentes,
Já emprestei demais o Meu Corpo, mas não disse que estou cansado,
Embaixo da Máscara fria que visto, estou rindo, tão fortemente, que acho que até pode me ouvir? Não?
A verdade com a qual visto meu Rosto é fria e insensível, mas ainda assim é a verdade.
Sou a fonte da qual me alimento, seu veneno e seu doce sumo, com o qual lavo as cicatrizes que me causei,
Ainda assim, com toda a intensidade de um dia, não consigo lembrar do ontem, muito menos imaginar o amanhã.
Dizem que o Mundo lá fora é cruel, bem, acho que não sobreviveriam uma Noite no Meu Mundo.
Ninguém me conhece, talvez nem deveriam.
Então Oro:
"Livrai-Me da Fala, pois sou feio quando estou na plateia, mas quando estou no palco, sou o mais querido"
Assim passam-se, mais treze dias e algumas Horas, mas, Querida, nunca esqueça, que o Corpo nunca esquece, Suas cicatrizes são a prova disso.
Então apenas repita:  "Sei que você gosta de Mim"
Talvez, assim você acredite que tenho algum sentimento.
Mas espere, ainda não acabei, antes de pagar-me o que mereço, não se esqueça, ainda me deve um final feliz, não ?
Aonde foi parar a Minha Fada Madrinha ?
Aonde foram todos ?
É sempre assim, causo esse efeito nas pessoas, dúvida, medo, e de vez em quando muito prazer.
Mas você já deve saber disso não é?
Pague-me apenas o que acha que vai conseguir consumir, Ok?
Meu coração pertenceria à outra, se Eu tivesse um, é claro.
Mas essa história já é antiga, entre "Ambers" e "Cristhines", perdi muito o sentido, e o sentimento também
(o pouco que tinha).
Essa é a velha história, Menino Ama Menina, que não sabe Amar, então não Ama Menino(que não sabe o que é Amor)
Parece que já vimos isto antes não?
Esta é a mais triste história da última semana, não que você nunca tenha ouvido falar em algo parecido, nem em algo igual.
Não tenho remorso nem lamento, Sujei com minha língua(Em todos os sentidos) o corpo dos amantes puros, se é que ainda existem.
Minha Pele reversível, de Raiva e de Loucura, finalmente conseguiu se acalmar.
Está amarrada, atrás de minha Cama, entre Fúria e fantasmas...
Mas não viemos aqui para Falar disso...
Esse é o velho Veneno que flui em minhas veias, quase entupidas, de tão velhas e pressionadas.
Ecoando o vazio que minha Alma é, Meu corpo permanece adormecido, ainda que não esteja dormindo.
Prove ao menos uma Vez, antes de dizer que estou errado, e sim, isso é muito agradável, contagioso e Imoral.
Mas Querida, quantas vezes antes, você fez isso alterada ?
Então dessa vez, ao menos uma vez, sóbria, de-me a mão e lhe mostrarei que nada será mais igual...
E, verdade seja dita, isso que as paredes sussurram em nossos ouvidos é mentira.

Nenhum comentário: